Aplica-se às versões: EBv5, EBv5Gold, EBv6, EBv6Gold,EBv7, EBv7Gold, PMv7, PMv7G, PMv8, PMv8G

Assunto

Como considerar o lançamento de edificações com níveis intermediários?

Artigo

É comum edificações apresentarem níveis intermediários para suportarem mezaninos ou elementos estruturais como vigas de apoio para escadas. Para o lançamento dessas estruturas deve-se considerar o tamanho do desnível.

Para desníveis pequenos, é possível trabalhar com elevações das vigas, lajes e pilares e detalhar normalmente estes elementos. O lançamento é feito no mesmo pavimento e a informação da elevação é dada na edição do elemento.

Se o desnível for grande (maior que 50cm), recomenda-se a criação de um nível intermediário, entre o pavimento Superior e o Inferior. A opção de se criar um nível intermediário, só é possível para os usuários que possuírem o módulos Escadas.


Trabalhando com o Módulo Escadas

O módulo Escadas permite a criação de níveis intermediários dentro de um pavimento, facilitando o trabalho com elementos dispostos entre pavimentos.

Leia mais sobre a Filosofia de módulos.

Lancamento_de_niveis_intermediarios(a)_Eb.gif

Figura 1 - Identificação de nível intermediário no Pórtico 3D

A idéia de um nível intermediário é a de representar um pavimento intermediário associado a um pavimento Superior, onde os elementos estruturais (vigas, patamares, rampas, etc) lançados são agrupados aos elementos no croqui principal (pavimento Superior) para dimensionamento e detalhamento, como se fossem uma continuidade deste.

Deve-se evitar a utilização de níveis intermediários quando o painel de lajes desse nível for muito grande, situação que justifica o lançamento de um novo pavimento (pavimento intermediário), pois quanto maior o número de lajes nesse pavimento, maior será o consumo de tempo durante a etapa de processamento. Leia mais em: "Considerações sobre niveis intermediários".

Lançando o nível intermediário

Supondo que já foram lançados os pavimentos Inferior e Superior,  cria-se  o nível intermediário. Para isso:

  • Visualize a janela de projeto, selecionando o botão projeto.bmp;

  • Clique com o botão direito do mouse sobre o nome do pavimento Superior;

  • No menu, clique em "Inserir nível intermediário";

  • No diálogo que surgirá, preencha o campo "Altura" com um valor referente a diferença de nível entre o nível intermediário e o pavimento inferior;

  • Selecione os elementos que deseja que sejam copiados do pavimento Superior (ao menos os pilares) e caso necessário, selecione também a opção "Copiar elementos gráficos (desenhos)".

Lancamento_de_niveis_intermediarios(b)_Eb.gif

Figura 2 - Janela de Nível intermediário

Deste modo, os pilares que existiam no pavimento Superior (presume-se que também no Inferior) e as vigas (caso solicitado), são copiados para o nível intermediário. Caso necessário, deve-se apagar os elementos que não existem no nível intermediário e inserir os novos elementos existentes.

O nível intermediário é sempre criado de cima para baixo, por isso, deve-se escolher o pavimento Superior como referência para o lançamento. Entre dois pavimentos, podem ser criado um número qualquer de níveis intermediários, que estarão sempre associados ao pavimento Superior.

O croqui dos pavimentos deve estar como o ilustrado nas figuras abaixo:

Croqui dos pavimentos Inferior e Superior:

Lancamento_de_niveis_intermediarios(c)_Eb.gif

Figura 3 - Croqui do pavimento inferior e superior

 

Croqui do Nível intermediário:

Lancamento_de_niveis_intermediarios(d)_Eb.gif

Figura 4 - Croqui do nível intermediário

 

Após a estrutura lançada, pode-se processá-la. Para isso, acesse o botão processar_estrutura.bmp.

O comprimento de flambagem dos pilares não travados no nível intermediário já estará contemplando a altura entre o pavimento Superior e Inferior e seu detalhamento será realizado como aquele de um único pilar, sem esperas no nível intermediário.

No caso do usuário não possuir o módulo Escadas, existe a possibilidade da criação de um novo pavimento, entre os pavimentos Superior e Inferior, que aqui identifica-se como pavimento intermediário, mas que trás algumas desvantagens, conforme descritas abaixo.

 


Trabalhando sem o Módulo Escadas

No caso de não possuir o módulo Escadas, o usuário deve criar um novo pavimento, entre os pavimentos Superior e Inferior, com altura igual a diferença de nível entre o pavimento intermediário e o pavimento inferior.

Lancamento_de_niveis_intermediarios(e)_Eb.gif

Figura 5 - Identificação de pavimento intermediário no pórtico 3D

No caso de um pavimento intermediário, insere-se um novo pavimento na estrutura e seus elementos estruturais são dimensionados e detalhados neste pavimento. O inconveniente de se trabalhar com um pavimento intermediário (sem o módulo Escadas), ao invés de um nível intermediário (usando o módulo Escadas), é que neste caso, os pilares que "passam" sem travamento por este pavimento, irão apresentar comprimentos de flambagem referentes a "meio pavimento", devendo ser alterado pelo usuário e seu detalhamento será seccionado na altura do pavimento intermediário.

Lançando o pavimento intermediário

Supondo que já foram lançados os pavimentos Inferior e Superior,  cria-se o pavimento Intermediário. Para isso:

  • Acesse a janela de projeto;

  • Selecione o pavimento inferior com o botão direito do mouse;

  • Selecione o menu Inserir pavimento-Acima;

  • Indique um nome qualquer para seu pavimento intermediário como, por exemplo, "Mezanino" ou "Pavimento Intermediário", etc.

Lancamento_de_niveis_intermediarios(f)_Eb.gif

Figura 6 - Inserindo o pavimento Intermediário

Criado o pavimento, deve-se proceder com o lançamento dos elementos estruturais:

  • Acesse a janela de projeto;

  • Selecione o pavimento Inferior (ou Superior, dependo daquele que possuir o lançamento mais parecido com aquele do pavimento intermediário) com o botão direito do mouse;

  • Selecione o comando Copiar croqui;

  • Selecione, como pavimento destino, o pavimento intermediário.

Através desse comando, todos os elementos estruturais foram copiados para o pavimento intermediário. Deve-se, portanto, apagar os elementos que não existem no pavimento intermediário. Para isso,

  • Acesse o croqui do pavimento intermediário;

  • Selecione o comando Manipular-Apagar;

  • Selecione as vigas e lajes que não pertencem a esse pavimento;

  • Acesse o comando Elementos-Vigas-Adicionar para adicionar as vigas que pertencem ao pavimento intermediário.

Observe que todos os pilares que passam pelo pavimento intermediário não devem ser apagados, devendo constar em seu croqui.

O croqui dos pavimentos é o mesmo ilustrado nas figuras 3 e figura 4 acima, referente respectivamente aos pavimento Inferior e Superior, e ao pavimento Intermediário.

Após a estrutura lançada, pode-se processá-la. Para isso, acesse o botão processar_estrutura.bmp.

Detalhando os pilares

O detalhamento por pavimento desses pilares apresenta como indicação o valor do nível correspondente. Para que a informação do nível dos pilares seja a equivalente ao nível do pavimento superior, há  duas opções:

  • Detalhar por lance esses pilares e editar os ferros, emendando-os;

  • Na janela de edição desses pilares, no pavimento intermediário, informar uma elevação com o valor equivalente à altura desse pavimento ao superior. Essa elevação não altera os cálculos, sendo utilizada apenas para detalhamento e efeitos visuais. Para isso:

  • Acesse o croqui do pavimento intermediário;

  • Através de um duplo clique sobre o nome desses pilares acesse a sua janela de edição;

  • Informe no campo "Elevação", o valor correspondente à altura desse pavimento ao superior.

tag(s): "Nível intermediário", Lançamento, Pavimento