Aplica-se às versões: EBv5, EBv5Gold, EBv6, EBv6Gold, EBv7, EBv7Gold, PMv7, PMv7G,EBv8, EBv8Gold, PMv8, PMv8G

Assunto

O pilar nasce no pavimento, mas não está sendo indicado "Nasce" ao lado do nome, mesmo configurado para que seja exibida a continuidade?

Artigo

Freqüentemente somos obrigados a realizar alterações na estrutura, como o que ocorre com o lançamento de novos pilares e, às vezes, com a remoção de outros, em várias partes da estrutura, visando conceber um modelo mais adequado.

Nestas análises de alterações nos pilares, é passível de esquecimento da remoção dos pilares situados em níveis intermediários, principalmente quando se remove um pilar do pavimento inferior. Nestes casos o elemento continua existindo no nível imediatamente acima, podendo ser um nível intermediário. Pode ocorrer neste caso que não há nenhuma viga para sustentá-lo.

 Verificacao_pilares_nascendo_niveis_intermediarios(a)_Eb.

Figura 1 – Visualização do pórtico 3D

Outra situação que pode ocasionar o erro de pilar nascendo no vazio, seria na criação de níveis intermediários, através do comando Inserir nível intermediário. Ao ser criado um nível intermediário, ao menos os pilares do pavimento principal são copiados para este nível. O Eberick fará a cópia de todos os pilares inseridos no pavimento, sendo que para pilares de transição, caberá ao usuário verificar estas situações, eliminando os mesmos do nível intermediário.

Na utilização do comando Elementos-Pilares-Copiar para outros pavimentos, também haverá necessidade de uma maior atenção por parte do usuário para pavimentos destino que contenham níveis intermediários. O pilar será copiado para o pavimento destino, aplicando-se ao pavimento principal e seus níveis intermediários. Caso este elemento tenha a finalidade de ser um pilar de transição, deve ser eliminado nos níveis intermediários.

No Eberick V8, ao copiar um pilar para o pavimento destino através do comando Elementos-Pilares-Copiar para outros pavimentos, ativando a opção “Exibir níveis intermediários” na janela, permite-se selecionar, além dos pavimentos de destino, os níveis intermediários. 

O Eberick poderá ou não acusar problema durante o processamento do pórtico, devido a este fato. Se no processamento não indicar inconsistência, é possível ainda fazer a verificação através das flechas das vigas ou das cargas dos pilares ( Pilar com carga negativa). As flechas nas vigas podem ser verificadas na janela de dimensionamento de vigas no menu Vigas-Flechas. Para verificação dos pilares, a verificação passa a ser realizada na janela de dimensionamento de pilares.

Para verificar a situação de um pilar no pavimento, quanto à sua continuidade, pode-se configurar para que seja exibida ao lado do nome do elemento as indicações de “Morre” ou “Nasce”, habilitada no menu Configurações-Entrada gráfica, o item  “Continuidade dos pilares”, conforme figura 2.

 Verificacao_pilares_nascendo_niveis_intermediarios(b)_Eb.

Figura 2  – Configurações de Entrada gráfica

Exceto na versão do Eberick V5, nas demais versões de que trata esse artigo é possível configurar também a continuidade dos pilares atribuindo uma indicação de hachura, dependendo da situação específica do pilar, conforme ilustrado na figura acima.

A correção de lançamento pode ser realizada através da eliminação do elemento no nível intermediário do pavimento. Pode-se verificar os elementos com indicação “Nasce” ao lado do nome, excluindo-os com o comando Manipular-Apagar.

tag(s): "Nível intermediário", Lançamento, Pilar