Assunto

Quando processo minha estrutura, é emitido o erro L40 durante a construção do modelo estrutural. Como posso contornar esta situação?

Artigo

No Eberick, a posição das paredes de contenção é definida por dois nós em suas extremidades. Estes nós determinarão o ponto início e término das paredes, devendo permanecer nas mesmas coordenadas ao longo da prumada das paredes. Em versões anteriores do programa, a cada nó inserido na contenção, criava-se uma parede diferente, sendo que cada trecho possuía uma numeração distinta (PAR1, PAR2, …) . A partir da versão V10, o programa passou a unificar os trechos, definindo um sufixo para cada trecho (PAR1-A, PAR1-B, …). Como a verificação de alinhamento é feita trecho a trecho, em ambos os casos os nós presentes na parede em cada pavimento deverão ter suas coordenadas coincidentes. 

Desta maneira, o programa poderá montar a grelha das paredes, identificando adequadamente a posição da parede e seus pontos de apoio. Caso o lançamento não seja feito de maneira adequada, esta continuidade é afetada, não sendo possível montar a grelha da parede. Quando isto ocorre, é emitido o erro L40. Para contornar esta situação, deve-se identificar a origem exata da situação e adotar a medida correspondente. A inconsistência ocorre de quatro formas diferentes:

Parede dividida em apenas um pavimento

No lançamento de paredes de contenção, por vezes é necessário apoiar um elemento no vão da parede, dividindo este vão. Caso a parede esteja dividida em apenas um pavimento, seus nós estarão em posições diferentes. Neste caso, é necessário que a parede seja dividida em todos os seus pavimentos.

Parede dividida em apenas um pavimento

Parede dividida em apenas um pavimento

Para corrigir o lançamento, é possível adotar dois procedimentos distintos:

  • Apaga-se a parede no pavimento que não contém o nó e então as paredes divididas no vão são copiadas através do comando “Elementos – Paredes de contenção – Copiar para outros pavimentos”;

  • Adicione um nó na parede que não está dividida. Assegure que ambos os trechos da parede terão a mesma nomenclatura entre os dois pavimentos. Alinhe os nós com a ferramenta “Elementos – Paredes – Alinhar nós”.

Diferença elevada de eixo entre paredes

Ao montar o pórtico espacial, o Eberick representa os pilares como barras verticais de rigidez equivalentes centradas no seu centro de gravidades. Os elementos que neles se ligam são conectados às barras por trechos rígidos, de modo que eventuais excentricidades sejam preservadas. Para as paredes, o programa verificará se esta excentricidade é relativamente grande e, de forma a evitar um modelo estrutural inadequado, interromperá o processamento.

Paredes ligadas por pilares de grandes dimensões

Diferença elevada de eixo entre paredes

Neste caso, deve-se informar o ponto de apoio correto da parede com o auxílio de barras rígidas. O lançamento destes elementos deverá ser feito ligando o ponto de apoio da parede ao centro do pilar, conforme mostrado na figura abaixo. Um lançamento similar é feito no artigo Lajes com contornos definidos por pilares de grandes dimensões, e também no artigo Como lançar lajes contornando pilares em U, com exceção de que os elementos reposicionados serão as paredes, ao invés das vigas.

Paredes ligadas por pilares de grandes dimensões

Lançamento de diferença de eixo corrigido

Ponto de apoio fora da seção do pilar

Esta situação normalmente ocorre quando há elementos fora dos eixos do plano. Em linhas gerais, nestas situações o programa verifica a intersecção das duas paredes para definir o seu ponto de apoio. Assim, caso o ponto de apoio encontre-se fora do pilar, a mensagem é emitida.

Para contornar esta situação, deve-se alterar a posição da parede através do comando “Elementos – Reposicionar nó”, ou ainda, em casos de desalinhamento, as ferramentas disponíveis em “Elementos – Alinhamento”

Paredes desalinhadas

Paredes com intersecção fora da seção do pilar

Parede com orientação diferente entre dois pavimentos

As paredes são definidas por um par de pontos ordenados. Assim, uma parede será definida por um ponto P1 e um ponto P2. A ordem destes pontos será determinada pela orientação da parede. Uma parede orientada para a esquerda possuirá pontos invertidos se comparada com a mesma parede orientada para a direita.

Paredes desalinhadas

Parede com orientação diferente entre dois pavimentos

Logo, se a mesma parede possuir orientações diferentes em pavimentos distintos, as coordenadas de seus nós estarão invertidas, impedindo a montagem da grelha. Para contornar esta situação, pode-se utilizar a ferramenta “Elementos – Paredes de contenção – Inverter orientação”.

tag(s): contenção, l40, parede