Aplica-se às versões: EBv5, EBv5Gold, EBv6, EBv6Gold, EBv7, EBv7Gold, PMv7, PMv7G, PMv8, PMv8G

Assunto

Em um projeto grande, com juntas de dilatação, ocorre uma demora excessiva para processar a estrutura. O que pode ser feito para facilitar o trabalho e minimizar o tempo de processamento?

Artigo

Existindo uma junta de dilatação, é praticamente como se houvesse duas ou mais edificações, dependendo do número de juntas, como se fossem blocos separados. O que deve ser feito é dividir a edificação em "N" projetos (blocos), dependendo do número de juntas.

Existem duas situações possíveis a serem escolhidas pelo projetista quanto à numeração dos elementos estruturais dos "N" blocos:

Trabalhando inicialmente com um arquivo único

Inicialmente, pode-se efetuar o lançamento dos elementos estruturais dos "N" blocos em um único arquivo de projeto e numerar todos os elementos do conjunto, mantendo a continuidade da numeração entre blocos. Além disso, antes do processamento, divida a estrutura nos "N" blocos desejados em "N" arquivos de projeto. A finalidade de se lançar, inicialmente, em um arquivo único é a de utilizar o comando Renumerar, que seria:

  • Elementos-Plares-Renumerar;

  • Elementos-Vigas-Renumerar;

  • Elementos-Lajes-Renumerar.

Para facilitar o lançamento desta escolha, pode-se lançar o projeto em um único arquivo, renumerar os elementos e então dividir a edificação nos pontos onde ocorrem as juntas, da seguinte forma:

  • Salvar o arquivo com seu nome original, por exemplo, Ed_Residencial.prj;

  • Apagar todos os elementos que não componham o primeiro bloco da edificação;

  • Salvar com um novo nome como, por exemplo, Ed_Residencial_Bloco1.prj, através do comando Projeto-Salvar Como;

  • Abrir novamente o arquivo original (Ed_Residencial.prj);

  • Apagar os elementos estruturais que não componham o segundo bloco da edificação;

  • Salvar com um novo nome, como Ed_Residencial_Bloco2.prj;

  • Repetir o processo para os "N" blocos.

Desta forma, cada arquivo de projeto conterá um dos blocos da edificação e já com a numeração contínua de toda a edificação.

 

Trabalhando já no início com os arquivos separados

Desde o início, cada bloco da edificação poderá ser lançado em um arquivo de projeto separado.

Nesta opção é possível se deparar com duas situações. Se o usuário deseja, como no exemplo anterior, manter a continuidade da numeração dos elementos estruturais ou numerar cada bloco de forma distinta.

No caso de desejar numerar de forma contínua, isso pode ser feito:

  • De forma manual, sem utilizar o comando Renumerar;

  • Renumerando os elementos dos blocos de forma distinta, lançando cada bloco em um arquivo de projeto e usando o comando Renumerar para cada elemento estrutural. Nesse caso, haverá repetição da numeração de um bloco a outro;

  • Usando o comando Renumerar de cada tipo de elemento no primeiro bloco e anotando a numeração gerada para o último elemento. Ao renumerar o segundo bloco, preencher o campo "Iniciar em" com o próximo número desejado e assim por diante.

junta_de_dilatacao_em_arquivos_separados(a)_Eb.

Figura 1 - Diálogo para renumerar pilares

Deve-se lembrar que, ao separar uma junta de dilatação em dois arquivos, a fundação na divisa será obrigatoriamente lançada e detalhada duas vezes. O usuário deverá corrigir isso manualmente no detalhamento final (vide artigo "Lançamento de fundações com juntas de dilatação no Eberick V5". Além disso, para efeitos de dimensionamento dessa fundação deve-se considerar a carga proveniente dos dois arquivos (blocos de edifícios) uma vez que irão possuir a mesma fundação.

tag(s): Lançamento