Assunto 

Nesse artigo será demonstrado como enrijecer regiões que apresentem picos de esforços em lajes através da criação de regiões maciças. 

Artigo 

Existem algumas situações de projeto, como por exemplo em lajes com contornos irregulares (como lajes com formato em “L”), nas quais pode ocorrer maior concentração de esforços em determinadas regiões. Nesse artigo será analisado como enrijecer regiões com picos de esforços através dos recursos do módulo “Região maciça em lajes”. 

Será analisado o lançamento visto abaixo, no qual há uma laje nervurada com contorno irregular:

Regiao_macica_Parte3(01)_EB.gif  Figura 1 – Laje nervurada com formato em “L”

Analisando o dimensionamento da laje vista na figura acima vemos que a mesma não é dimensionada:

Regiao_macica_Parte3(02)_EB.gif

Figura 2 – Janela de dimensionamento de lajes

Como visto através da figura acima a laje apresenta o erro de dimensionamento D62 (Erro no cálculo da armadura superior(direção X)). Este erro de dimensionamento indica que ocorrem momentos negativos internos a laje que são maiores que a capacidade resistente dela.

Verificando os momentos fletores da laje vista na Figura 1 através do modelo de grelha (selecionando a opção “Elástico – Fletores”) pode-se notar que há um pico de esforços na região próxima ao canto reentrante dessa laje:

Regiao_macica_Parte3(03)_EB.gif

Figura 3 – Picos de momento no canto da laje “L”

Logo, para corrigir o dimensionamento da laje é necessário enrijecê-la. Uma forma de fazer isso sem precisar modificar a geometria da laje (como aumentar sua espessura, aumentar a largura das nervuras, etc.) é criar uma região maciça na região do canto da laje como pode ser visto na figura abaixo:

Regiao_macica_Parte3(04)_EB.gif

Figura 4 – Laje nervurada com maciço no canto reentrante

Para criar uma região maciça em uma laje deve-se acessar o menu “Elementos – Lajes – Inserir maciço”. No tutorial do módulo “Região maciça em lajes” é explicado como lançar um maciço definindo pontos ou selecionando vigas. Para mais informações acesse o link Lançamento de regiões maciças.

Após lançar o maciço no canto reentrante da laje ela pode ser dimensionada corretamente, como pode ser visto na figura abaixo:

Regiao_macica_Parte3(05)_EB.gif

Figura 5 – Janela de dimensionamento de lajes

Através deste exemplo pôde-se demonstrar a aplicação de maciços em regiões internas de lajes que apresentem picos de esforços, como em lajes com contornos irregulares, o que pode em alguns casos representar uma boa opção de solução visto que não há dessa forma a necessidade de modificar outros fatores, como o tipo de laje adotada ou mesmo as características geométricas da laje.

tag(s): esforço, maciça, região