Aplica-se às versões: EBv5Gold, EBv6Gold, EBv7Gold

Assunto

Quais são as principais diferenças entre o modelo simplificado e completo para dimensionamento das lajes?

Artigo

O programa AltoQi Eberick, na sua versão Gold, dispõe de duas modalidades de dimensionamento das lajes, o modelo simplificado e o modelo completo. É facultado ao calculista definir qual o melhor modelo de dimensionamento que se adequa ao projeto em análise e as suas preferências (“Configurações – Análise – Painéis de Lajes – Modelo de Dimensionamento”).

Esse artigo se propõe a fazer uma análise qualitativa e quantitativa dos critérios disponíveis, dentro de uma situação didática de projeto, utilizando como pesquisa as lajes “L14” e “L11”:

modelo_completo_e_simplificado_1_EB 

 Modelo Simplificado:

No modelo simplificado o dimensionamento dos painéis de lajes é feito pelos esforços máximos de flexão. Essa situação favorece a execução da laje por apresentar um detalhamento mais simples bem como menor custo computacional (redução do tempo de processamento). Em contrapartida pode gerar um aumento na quantidade de aço e para alguns tipos de lajes com formatos irregulares, pode não ser o modelo mais adequado.

 

Modelo Completo:

O programa calcula a armadura necessária em cada barra da grelha do pavimento. Dessa forma a armadura pode ser disposta em regiões de armaduras para a laje de acordo com o diagrama de momentos fletores, ao invés de aplicar uma armadura única para toda a laje.

Análise da Grelha, Modelo Elástico - Fletores:

 modelo_completo_e_simplificado_2_EB

Como se pode observar na grelha de momentos fletores, utilizando o Modelo Elástico, as regiões avermelhadas apresentam momentos negativos, e as azuladas, momentos positivos.

Nesse caso, optou-se pelo engastamento entre as lajes, e por essa razão há a presença de momentos negativos na continuidade.

A existência de regiões de esforços é clara, e estão destacas por elipses na imagem. Essas regiões de esforços foram ocasionadas devido à deformação e geometria da laje, o que proporcionou a seus apoios regiões rígidas de forma a absorverem mais esforços que outras regiões.

Utilizando o modelo simplificado, as regiões reentrantes que apresentaram esforços não são cobertas por amaduras.

Já no modelo completo, de acordo com as configurações adotas para a determinação das regiões (“Configurações – Dimensionamento – Lajes – Regioes”), é criado mais, ou menos regiões de armaduras com a finalidade de cobrir integralmente todo o diagrama de tensões.

 

Detalhamento Armação Negativa

modelo_completo_e_simplificado_4-b_EB

Modelo Completo


modelo_completo_e_simplificado_4-a_EB

Modelo Simplificado


Qualitativamente é importante avaliar que para lajes com contornos irregulares, com cantos reentrantes onde existe a presença de trechos rígidos, por exemplo, pode-se dizer que existe uma distribuição de tensão não regular. Essas situações podem, quando não cobertas por armaduras, ocasionar fissurações na laje, prejudicando o desempenho esperado para o qual foi projetada.

Para as lajes com contornos regulares, o modelo simplificado desempenha um papel bastante satisfatório no que tange a distribuição das armaduras.

Como exemplo, a laje “L12”, de geometria “regular”, apresentou um detalhamento igual ao se comparar os dois modelos:

                               Detalhamento Armação Positiva

modelo_completo_e_simplificado_3a_EB

Modelo completo

modelo_completo_e_simplificado_3b_EB.gif

Modelo Simplificado

Quantitativamente, para esse estudo de caso, a relação entre as quantidades de aço não foi tão expressiva, devido às pequenas dimensões das lajes. O resumo das relações de aço resultou em uma diferença no consumo de aço cerca de 8,60% a mais quando utilizando o Modelo Simplificado (uma vez que este dimensiona pelo momento máximo para toda a laje e o “completo” diferencia as armaduras pelas regiões da laje).

?Comparativo entre os Resumos de Aço

modelo_completo_e_simplificado_5a_EB

Modelo Completo

modelo_completo_e_simplificado_5b_EB

Modelo Simplificado

Em casos onde há a presença de lajes de grandes dimensões esses resultados apresentam-se mais acentuados.

Esta comparação não é tão simples quanto parece ser, uma vez que em alguns casos pode-se observar “novas” armaduras no modelo completo, como as armaduras de cantos que não são contempladas automaticamente no modelo simplificado, e que teoricamente, deveriam ser adicionadas manualmente quando utilizando o modelo simplificado.

tag(s): Dimensionamento, Laje