Aplica-se às versões; EBv5, EBv5Gold, EBv6, EBv6Gold, EBv7, EBv7Gold, PMv7, PMv7G, PMv8, PMv8G

Assunto

Como lançar muros de arrimo no Eberick?

Artigo

Através do Modulo Muros, é possível lançar muros tanto em concreto armado, como muros de gravidade. Basicamente, estes dois tipos de muro se diferenciam por seu modo de conter o aterro em questão. Os muros de gravidade, no caso do Eberick, dimensionados em concreto ciclópico, equilibram as pressões laterais exercidas pelo solo através de suas grandes dimensões combinadas ao peso próprio. Para os casos de muros em concreto armado, geralmente pode-se contar com certa colaboração do próprio peso de solo sobre o muro.

Lancamento_de_Muros_de_Arrimo (a)Figura 1 – Tipologia de muros e formatos disponíveis.

No programa é possível considerar o empuxo passivo no dimensionamento dos muros de arrimo, o que permite a escolha de formatos onde é possível contar com essa colaboração do solo na verificação de estabilidade e dimensionamento. Para habilitar esta opção, acesse o menu “Configurações – Dimensionamento – Muros”, conforme apresentado na imagem abaixo.

Lancamento_de_Muros_de_Arrimo (b) Figura 2 - Configurações de dimensionamento para muros de arrimo.

Definida a tipologia de muro que será utilizada, pode-se acessar o menu “Elementos – Muros – Adicionar” e escolhe-la. Nesta janela de diálogo que é aberta, existe a opção para muro de gravidade ou concreto armado e a representação de um croqui do formato escolhido. Neste exemplo será adotada uma seção T invertido simples.

Lancamento_de_Muros_de_Arrimo (c)Figura 3 – Conceituação de base interna e externa.

Dando continuidade ao lançamento, inicialmente devemos preencher o campo “Altura”, que corresponde à altura do muro a partir do topo da base. O campo “Elevação” pode ser utilizado para dar um ganho na altura do muro em relação ao solo contido, porém esta não é considerada no dimensionamento do modelo, apenas será utilizada para fins de detalhamento.

Na parte superior direita do diálogo de lançamento dos muros existem 3 guias, “Empuxo”, “Geometria” e “Cargas”. A seguir será apresentada sucintamente uma descrição de cada item existente em cada guia.

 

  • Guia Empuxo

 

Geometria – Neste item define-se a geometria do solo a ser contido, o que irá influenciar nos esforços de empuxo exercidos por este sobre o muro.

 

Lancamento_de_Muros_de_Arrimo (d)Figura 4 – Apresentação das definições de lançamento – Empuxo.

Solo – Nos diálogos a seguir devem ser preenchidas as informações referentes ao solo obtidas através de ensaios geotécnicos do local onde será executado o muro.

Água – Pode-se informar a presença de água no lado externo ao muro habilitando esta opção. Caso se defina uma elevação de -200 cm, o nível fica 200 cm abaixo do nível do solo.

 

  • Guia Geometria

 

Parede – Neste item define-se largura de topo, o ângulo de inclinação da face interna do muro, o ângulo de inclinação da face externa do muro e a largura da base do muro. Caso seja informada alguma inclinação para as faces do muro, o valor da largura de base resultante será calculado em função do ângulo e da largura de topo da parede.

Lancamento_de_Muros_de_Arrimo (e)

Figura 5 – Apresentação das definições de lançamento – Geometria – Parede.

Base – Neste campo são apresentadas as dimensões de base calculadas pelo programa em função dos dados de entrada para lançamento e das configurações adotadas.

Dente – Caso seja adotado um modelo com dente, será possível definir uma largura para a base do dente, assim o programa irá verificar a altura necessária para que seja garantida a verificação do deslizamento do muro.

 

  • Guia Cargas

 

Distribuída – neste campo pode-se informar uma sobrecarga distribuída por toda a extensão da superfície do terreno contido.

Distribuída sobre uma região – neste campo pode-se informar uma sobrecarga distribuída aplicada apenas em uma determinada distância do topo do muro, e ainda pode-se definir a extensão do trecho da carga adicional.

Concentradas – neste campo é possível aplicar cargas concentradas diretamente sobre o topo do muro ou então aplicadas de maneira concentrada a uma distância de aplicação “x” em relação ao topo do muro, de maneira semelhante à exposta para a sobrecarga distribuída.

Definidas as informações de lançamento, o dimensionamento do muro é realizado diretamente no diálogo de lançamento. A informação de motivo de não dimensionamento é apresentada imediatamente abaixo do croqui a ser lançado. Caso não seja apresentada nenhuma mensagem o muro está corretamente dimensionado, de acordo com as verificações de sua estabilidade.

Lancamento_de_Muros_de_Arrimo (f)Figura 6 – Verificando erros de dimensionamento.

Clicando “Ok” na janela de lançamento, o programa solicita dois pontos para o lançamento do muro, informe ao programa os pontos, inicial e final, definindo o trecho desejado. Veja que no centro do muro é apresentada uma seta indicativa do sentido de esforço do empuxo do solo, o que define o lado interno e externo do muro.

Lancamento_de_Muros_de_Arrimo (g)Figura 7 – Muro lançado, indicações dos lados e da seta representativa do esforço de empuxo do solo.

Cabe observar que na parte superior da imagem acima já é disponibilizado o botão para abrir a janela de dimensionamento dos muros. Isto ocorre porque para o dimensionamento de muros, a análise é feita diretamente no diálogo de lançamento, logo não existe a necessidade de processamento da estrutura.

tag(s): Lançamento, Muro