Aplica-se à QiEditor de armaduras

Assunto

A emenda por traspasse tem por finalidade garantir a transferência de esforços de tração entre barras. É possível através do QiEditor de armaduras definir regiões de traspasse em qualquer posição desejada de um elemento (como uma viga por exemplo), o que pode ser feito através do comando “Dividir barra”.

Artigo

O traspasse é um comando utilizado para dividir barras introduzindo um prolongamento sobre o ponto de divisão, a fim de permitir a transmissão de esforços ao longo da barra. O comando “Dividir barra” pode ser acessado através da guia “Armadura” no grupo “Traspasse”:

xtraspasse1_edt.gif

Figura 1 – Botão “Dividir barra”

O traspasse em uma armadura é feito de acordo com os itens “Comprimento”, “Concreto” e “Situação” definidos pelo usuário:

  • Comprimento: o comprimento do traspasse na divisão da barra pode ser fixo ou calculado. Caso o comprimento seja definido como fixo, os valores do traspasse serão os comprimentos configurados em “Configurações – Desenho - Barras”:

xtraspasse2_edt.gif

Figura 2 – Menu “Configurações – Desenho – Barras”

Caso o comprimento seja definido como “Calculado” os valores do traspasse serão calculados de acordo com o tipo de concreto e a situação de aderência.

  • Concreto: resistência característica (fck) do concreto utilizado na concepção do projeto, utilizado para o cálculo do comprimento de traspasse.
  • Situação: expressa a situação de aderência entre o concreto e a armadura, situação de “Boa aderência” ou “Má aderência”, utilizado para o cálculo do traspasse.

De acordo com o item 9.3.1 da NBR6118:2014:

“Consideram-se em boa situação quanto à aderência os trechos das barras que estejam em uma das posições seguintes:

a) com inclinação maior que 45º sobre a horizontal;

b) horizontais ou com inclinação menor que 45º sobre a horizontal, desde que:

- para elementos estruturais, com h < 60cm, localizados no máximo 30cm acima da face inferior do elemento ou da junta de concretagem mais próxima;

- para elementos estruturais com h>= 60cm, localizados no mínimo 30cm abaixo da face superior do elemento ou da junta de concretagem mais próxima.”

traspasse3_edt.gif

Figura 3 – Situações de boa e má aderência (PROMON, 1976)

Exemplo

Faremos um exemplo mostrando como podemos utilizar o comando “Dividir barra” para criar um novo traspasse em uma viga:

traspasse4_edt.gif

Figura 4 – Detalhamento inicial da viga

Supondo-se que não se deseja adotar ferros com comprimento superior à 10 metros nesta viga, então seria necessário criar regiões de traspasse tanto para o ferro superior N4, o qual tem 1166cm de comprimento quanto para o ferro inferior N2, o qual tem 1094cm de comprimento. Para fazer isso se poderiam seguir os passos abaixo:

1) Criação de um traspasse para armadura negativa

A armadura negativa da viga é posicionada na face superior dela, ou seja, como visto anteriormente através da Figura 3 ela está localizada em uma região com má aderência. Antes de acionar o comando deve-se definir a situação da viga, o fck do concreto e modificar o item “Comprimento” para “Calculado” no grupo “Traspasse” da guia “Armadura”:

traspasse5_edt.gif

Figura 5 – Opções do Grupo “Traspasse”

Após deve-se abrir o detalhamento da viga que deseja editar (o que pode ser feito dando um duplo clique sobre ela), clicar no botão “Dividir barra” e por último selecionar a região da armadura onde será feito o traspasse. Seguindo estes passos obtemos o seguinte detalhamento para a viga deste exemplo:

traspasse6_edt.gif

Figura 6 – Traspasse criado na armadura negativa da viga

2) Criação de um traspasse para armadura positiva

A armadura positiva da viga é posicionada na face inferior dela, ou seja, como visto anteriormente através da Figura 3 ela está localizada em uma região com boa aderência. Antes de acionar o comando deve-se definir a situação da viga, o fck do concreto e modificar o item “Comprimento” para “Calculado” no grupo “Traspasse” da guia “Armadura”:

traspasse7_edt.gif

Figura 7 – Opções do Grupo “Traspasse”

Após deve-se clicar no botão “Dividir barra” e por último selecionar a região da armadura onde será feito o traspasse. Seguindo estes passos obtemos o seguinte detalhamento para a viga deste exemplo:

traspasse8_edt.gif

Figura 8 – Traspasse criado na armadura positiva da viga

Logo, antes de criar um traspasse na armadura de um elemento deve-se avaliar se esta armadura encontra-se em região de boa ou má aderência e confirmar qual é a resistência característica do concreto que compõe o elemento (fck), somente após definir estes parâmetros deve-se executar o comando “Dividir barra”, através do qual será criado um traspasse na armadura.

tag(s): aderência, Armadura, traspasse