Aplica-se à: QiElétrico

Assunto

Como proceder quando ao efetuar o dimensionamento dos circuitos o programa indica que a fiação é insuficiente para a corrente de projeto definida?

Artigo

Este erro ocorre quando nenhuma das seções disponíveis na Família de Condutores possui capacidade de corrente suficiente para conduzir a corrente corrigida calculada para o circuito.

Vejamos o exemplo abaixo:

Fiacao_insuficiente_para_a_corrente_de_projeto(1)

Relatório de Dimensionamento

Neste caso temos que a Corrente Corrigida é de 199,21 A, para suportar esta corrente seria necessário um cabo de 95mm², que tem capacidade de condução de 232 A, porém na família “Isol. PVC – 450/750V (ref. Pirelli Pirastic Ecoplus BWF Flexível)” a maior seção disponível é de 70mm².

Com isso o programa não consegue selecionar a seção de fiação necessária e nos retorna o erro “Fiação insuficiente para a corrente de projeto”.

O dimensionamento automático do programa altera apenas a Seção (mm²) e não o Grupo ou Família da Fiação.

Para corrigir esta situação temos as seguintes opções:

  • Alterar a Família da fiação utilizada no circuito para outra que possua seções maiores;

  • Diminuir a corrente corrigida.

Alterando a Família da Fiação

No exemplo mostrado acima, uma das soluções seria alterar a família da fiação utilizada para uma que possua a seção de 95mm².

- Acesse a guia Operações, grupo Exibir, comando Gerenciador;

- Na janela Gerenciador, expanda o pavimento que se encontra o quadro ou circuito que apresenta a mensagem "Fiação insuficiente para a corrente de projeto".

- Clique com o botão direito do mouse no quadro ou circuito em questão e selecione "Propriedades".

- No diálogo de propriedades do quadro ou circuito, em Fiação, altere a Família utilizada para uma que possua uma seção cadastrada suficiente para suportar sua corrente corrigida;

Fiacao_insuficiente_para_a_corrente_de_projeto(2)

Família da Fiação

- Após a modificação, clique em OK;

- Acesse a guia Operações, grupo Dimensionamento e utilize o comando Processar, com a opção Dimensionar circuitos habilitada, para verificar se a família escolhida para a fiação atende o dimensionamento realizado pelo programa.

Diminuindo a corrente corrigida

Como este erro ocorre devido a nenhuma das seções disponíveis, na Família da fiação definida para o circuito, possuir capacidade de condução suficiente para suportar a corrente corrigida calculada para o mesmo, uma opção é diminuir a corrente corrigia para que exista uma seção disponível na família selecionada.

A corrente nominal ou corrente de projeto (Ip) é a corrente que os condutores de um circuito, seja terminal ou de distribuição, deve suportar, levando em conta apenas as suas características nominais. Aplicando-se a esta os fatores de correção de temperatura (FCT) e de agrupamento (FCA), obtém-se um valor fictício de corrente chamado de corrente corrigida (In').

Fiacao_insuficiente_para_a_corrente_de_projeto(3)

A corrente corrigida é o valor efetivamente utilizado para o dimensionamento dos condutores. A corrente corrigida final de um circuito é obtida pela situação mais crítica nos condutores deste circuito, visto que tanto a corrente de projeto como o fator de agrupamento variam trecho a trecho. No caso de circuitos com duas ou três fases, a corrente corrigida refere-se à maior corrente corrigida nas três fases.

Portanto para diminuir a corrente corrigida pode-se diminuir a corrente de projeto (Ip) ou aumentar o FCA e FCT. Abaixo temos algumas dicas:

- Se o FCA do circuito estiver baixo, pode-se verificar o lançamento dos condutos a fim de aumentar o FCA e consequentemente diminuir a corrente corrigida, diminuindo a seção exigida pelo circuito;

- Se ocorrer uma corrente elevada em um circuito terminal, pode-se diminuir a corrente de projeto separando seus pontos em mais de um circuito, reduzindo a corrente em cada um deles e, consequentemente, a seção da fiação necessária;

- Se ocorrer uma corrente elevada em um circuito de distribuição, pode-se conferir se o esquema adotado para o quadro está correto. Por exemplo, pode estar definida uma alimentação monofásica ("F+N"), quando poderia ser trifásica ("3F+N"), assim a corrente por fase diminuirá e, consequentemente, a seção da fiação necessária;

- Outra possibilidade é ter um esquema trifásico, mas sem as fases balanceadas (deve-se lembrar que o dimensionamento dos condutores é feito para a fase mais carregada). Pode-se resolver isso utilizando o comando Processar ou alterando manualmente as fases de cada circuito através do diálogo de edição do circuito.

Fiacao_insuficiente_para_a_corrente_de_projeto(4)

Diálogo Processar

Alterando o esquema

Para alterar o Esquema do Quadro de Distribuição realize o procedimento abaixo:

- Acesse na guia Operações, grupo Exibir, comando Gerenciador;

- Na janela do Gerenciador, clique com o botão direito do mouse no Quadro de distribuição e selecione "Propriedades";

- No diálogo de Propridades, altere o Esquema para o desejado;

- Verifique se o Grupo do Dispositivo de proteção é compatível com o esquema utilizado;

Fiacao_insuficiente_para_a_corrente_de_projeto(5)

Alterando o esquema do quadro

- Após as alterações, clique em OK;

- Acesse a guia Operações, grupo Dimensionamento e utilize o comando Processar, com a opção Dimensionar circuitos habilitada, para verificar se a família escolhida para a fiação atende o dimensionamento realizado pelo programa.

tag(s): Dimensionamento, Fiação, seção