Assunto:

Como realizar a importação de arquivos DWG/DXF para o croqui na revisão 14?

Artigo:

A partir da revisão 14 ficou mais fácil e ágil o procedimento para importar arquivos DWG/DXF no Hydros.

Foram implementadas novas opções de importação, que facilitam a vida do usuário, permitindo que a conversão de escala seja realizada diretamente ao se importar o arquivo para o croqui e que novos níveis sejam criados ao se inserir a arquitetura.

Para compreender melhor os novos recursos, começaremos relembrando como se insere um arquivo DWG/DXF no croqui do Hydros.

  • Primeiramente deve-se acessar o comando “Ferramentas – Ler DWG/DXF”.

Importando a arquitetura na R14

Figura 1: Comando Ler DWG/FXF.

  • Em seguida seleciona-se o arquivo que será importado e clica-se em abrir.

 

Efetuando este procedimento será aberta uma janela contendo as opções de importação.

É neste ponto que as melhorias foram implementadas.

Comando Ler DWG/FXF.

Figura 2: Janela de configurações de importação de arquivos DWG/DXF.

Note que a janela apresenta os grupos de configuração “Escala” e “Níveis de desenho”, os quais serão explicados abaixo:

Escala:

Dentre as opções de manipulação das dimensões do desenho que será importado, temos:

  • Não converter: Escolhendo esta opção o programa manterá o tamanho original do desenho e ajustará as dimensões de acordo com a escala atual do croqui. Ou seja, se o desenho foi feito em uma escala 1:1 e está sendo importado para um croqui 1:50, então cada centímetro deste desenho será representado por 50 unidades ao ser importado no croqui.

Sendo assim, uma parede com largura de 15 cm, desenhada em escala 1:1, importada com a opção “Não converter” em um croqui 1:50, apresentará uma largura de 750 cm no Hydros.

  • Converter logo após a leitura: Através desta opção o programa insere o desenho da mesma forma que o item anterior, porém executa automaticamente o comando “Converter para escala” logo após a leitura do arquivo DWG/DXF. A partir deste comando, o usuário escolhe dois pontos e define a distância entre eles, sendo todo o desenho convertido de acordo com estes dados.
  • Converter automaticamente: Esta é uma nova opção da revisão 14, ao escolhê-la o usuário deverá definir em qual escala e em qual unidade o desenho foi concebido. A partir destes dados o programa realiza automaticamente a conversão de escalas, economizando tempo do usuário.

Níveis de desenho:  

Dentre as opções de manipulação de níveis do desenho que será importado, temos:

  • Manter do desenho original: Com esta opção, o programa manterá todos os desenhos em seus níveis originais.
  • Inserir todos no nível: Através desta opção, todo o desenho será agrupado em um só nível definido pelo usuário.  A partir da revisão 14, é possível criar novos níveis no momento desta operação, permitindo uma maior eficiência no gerenciamento de níveis. Para isto, deve-se clicar no botão “Novo” e definir as propriedades do nível criado.

Após definir as opções de configuração, clique em “OK” para que o arquivo seja importado.

Para finalizar, utilize o comando “Ferramentas – Posicionar origem” e defina um ponto de origem que seja estratégico considerando a convergência com os demais pavimentos que serão inseridos.

tag(s): -