Aplica-se a: QiHidrossanitário, QiIncêndio e QiGás.

 

Assunto

Como posso fazer a verificação do alinhamento dos condutos lançados no modelo?

Vídeo

Para visualizar o vídeo em tela cheia (Full Screen), acesse o link direto: https://www.youtube.com/watch?v=kD6Tp-XSOnI&feature=youtu.be

Corrigindo o desalinhamento dos condutos

Na grande maioria dos projetos de instalações hidráulicas, verifica-se como maior inconveniente os problemas de pressão. A redução da disponibilidade de pressão nos pontos de utilização se dá muitas vezes pela ocorrência de perdas de carga localizadas bem consideráveis junto às conexões. Condutos desalinhados fazem com que se tenha uso de peças inadequadas por geometria, que elevam as perdas de energia no sistema.

É válido salientar inicialmente que, para a plataforma do QiBuilder, o lançamento deve ser feito, sempre que possível, com o “Ortogonal” ativado. Para habilitá-lo, basta acessar a barra de comandos inferior do programa e fazer a seleção do comando destacado em vermelho na figura seguinte. Com o “Ortogonal” selecionado (caixa de seleção “esbranquiçada”), garante-se que as tubulações serão lançadas exatamente na posição horizontal ou vertical, não possibilitando condutos desalinhados entre si.

1 - ortogonal

* Tomando como exemplo um lançamento hidráulico em um BWC, verifica-se a mensagem apresentada pelo programa de “possível uso de peça inadequada por geometria”;

2 - possivel uso

* Acessar o comando “Definir peças pendentes”, na Guia “Operações”, Grupo “Peças”;

3 - pecas pendentes

* Junto à janela de definição de peças recém aberta, verificar que nenhuma opção a ser adotada está habilitada para seleção com o filtro “Ângulos” ativado;

4 - peca sem T

 * Desabilitando o filtro “Ângulos”, percebe-se então que é apresentada a opção de peça a ser selecionada com o destaque em negrito.

5 - peca com T

Neste sentido, constata-se que a habilitação da peça mais adequada para a seleção só foi possível desabilitando o filtro “Ângulos”. Tal situação indica que a definição de peças está limitada, neste caso, pela angulação desenvolvida no lançamento.

* Para verificar o posicionamento dos condutos a partir das conexões situadas às suas extremidades, acessar o comando “Propriedades”, Guia “Elementos”, Grupo “Acessar”;

6 - janela prop

* Selecionar a conexão que está sendo trabalhada e a conexão mais próxima situada à sua esquerda de modo que ambas fiquem apresentadas com uma coloração amarela;

7 - conexoes selecionadas

* Certificando-se de que a informação mostrada no campo abaixo destacado seja apenas em relação à “Conexão”, observa-se que as posições das 2 conexões coincidem apenas com a coordenada do eixo “Z”;

8 - ambas conexoes

 * Em análise do ângulo de rotação do detalhe isométrico corrente (Guia “Lançamento, Grupo “Rede”), é possível saber qual outro eixo deveria apresentar uma coordenada coincidente entre ambas conexões;

9 - angulo de rotacao

Na consideração da disposição gráfica do lançamento com que se trabalha, percebe-se que a coordenada do eixo “Y” deveria ser idêntica em relação às 2 conexões em questão. Deve-se, portanto, atribuir o mesmo valor de coordenada para as conexões junto ao eixo Y.

10 - 1 e 2

* Tomando como ponto de partida a conexão referenciada com o nº 1 junto à figura acima, selecionar a mesma e acessar novamente a Janela de Propriedades.

* O valor estabelecido para a conexão indicada com o nº 1 no eixo “Y” destacado em vermelho na figura seguinte será tomado como base para a correção;

11 - 1

* Selecionar agora a conexão indicada com o nº 2 na imagem anterior e perceber que, de fato, o valor da coordenada para o eixo Y estava incoerente em relação à conexão vizinha;

12 - 2

Ocorrências desta natureza podem se dar em razão de condutos desalinhados que foram lançados sem o comando “Ortogonal” ativado ou conexões arrastadas e/ou movidas despropositalmente durante o lançamento do modelo.

* Deve ser então digitado no campo acima destacado o mesmo valor verificado para a conexão vizinha e posteriormente teclar <Enter>;

* Acessando novamente o comando “Definir peças pendentes”, é possível apurar agora que, mesmo com o filtro “Ângulos” habilitado, a opção de peça sugerida pelo programa está agora ativa para a seleção: duplo clique na opção em negrito;

13 - peca agora sim

* Apenas a título de verificação, nota-se que a mensagem de “Possível uso inadequado de peça por geometria” não é mais apresentada, com o lançamento estando disposto agora de maneira correta no que diz respeito ao alinhamento dos condutos.

14 - final

Na consideração de maiores detalhes acerca da verificação e correção de problemas de geometria, recomenda-se o acompanhamento dos procedimentos referenciados em outro artigo técnico da nossa base de conhecimento: “Como verificar e corrigir os problemas de geometria?”.

tag(s): Condutos, filtros, Peças